Segunda-feira, 18 de Maio de 2009
Duas pesadas heranças...

José Sócrates e o Ministro das Finanças vêm repetindo todos os dias que a Despesa Pública está controlada. E que os impostos não têm aumentado. Não é verdade, nem quanto à Despesa, nem quanto aos Impostos.

Segundo dados constantes do Relatório referente ao Orçamento de Estado, de 2005 a2008, a Despesa Corrente aumentou 12,3 mil milhões de euros.

No mesmo período, os Impostos aumentaram 12,8 mil milhões de euros.

Tanto o acréscimo da Despesa como dos Impostos foi um acréscimo real, todos os anos superior ao valor da inflação.

Em termos de PIB, a despesa corrente significava 42% do PIB em 2004 e passou a representar 43,2% em 2008.

Também em termos de PIB, os Impostos directos e indirectos significavam 22,7% do PIB em 2004 e passaram a representar 24,8%, em 2008.

O aumento dos impostos, com impacto altamente negativo na actividade económica, serviu apenas como almofada para o aumento da despesa.

Esta é a realidade, embora o Governo e muitos comentadores, economista e pensadores encartados continuem a dizer, nos jornais, rádios e televisões que os impostos baixaram e a despesa pública também.

São estas duas pesadas herança, a da má realidade e a da propaganda enganosa, com que temos que nos haver.

 


publicado por a. pinho cardão às 16:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

8 comentários:
De Carlos Santos a 18 de Maio de 2009 às 17:48
Desculpe, mas antes de ser demasiado contundente num post de resposta queria perceber uma coisa: além de listar números, qual é o seu propósito? Não acha que as despesas sociais tiveram de aumentar com a crise?


De a. pinho cardão a 18 de Maio de 2009 às 19:23
Creio, se não me engano, que a crise é bem mais recente...
Mas podemos estendê-la, se assim o pretender, à primeira república, às lutas liberais, ao domínio filipino, até mesmo a D.Afonso Henriques...
Fala de despesas sociais. Pois elas são indispensáveis e necessárias: mais uma razão para cortar nas outras.
Diga o Governo que vem aumentando a despesa corrente e eu critico-lhe a politica. Mas dizendo que a diminui, critico-lhe a falta de ética, porque não é verdade.


De Aventureiro a 19 de Maio de 2009 às 00:06
Tenha lá calma. Olhe que há números a atestar o contrário.


De ASG a 18 de Maio de 2009 às 21:53
Ele há cada um... (Carlos Santos). Parece impossível.
Tal é a ânsia de defender o 'padrinho'...


De Corta Fitas a 18 de Maio de 2009 às 23:44
Desde que não cortem nas fitas nem nas tesoiras, bem podem cortar no resto.


De O Memória de Ele Fante a 18 de Maio de 2009 às 23:46
Ó Cardão, não ovelhes! Tás esquecido do despesista Sr. Silva e do despesista Bó Caça da Madeira?


De Aventureiro a 19 de Maio de 2009 às 06:14
Olhe encontrei agora isto. Como explica esta clivagem entre si, Paulo Rangel e Manuela F Leite?
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/05/rangel-no-nicola-iii-desnudada-clivagem.html


De EIRE a 22 de Maio de 2009 às 12:01
Este Carlos Santos necessita de ajuda, no entanto os donos deste blog deveriam apagar os respectivos comentarios a bem da saude publica.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


posts recentes

...

Nas legislativas será de ...

O poder do agora

Missão Cumprida III

Missão Cumprida II

Missão Cumprida

Um retrato

Para todos

Ainda há muito trabalho a...

Socialistas grandes derro...

arquivos

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds