Quarta-feira, 20 de Maio de 2009
Da boçalidade estratégica

A título pessoal, agradou-me o vigor com que a blogosfera situacionista® acolheu o PapaMyzena. Há algo de profundamente lisonjeiro no gracejo, no sarcasmo, no insulto, na ofensa, e mesmo no elogio venenoso com que a nossa existência foi brindada. Esta reacção não deixa, no entanto, de ser sintomática de algo mais relevante que o sucesso deste blog: falo do valor estratégico que o poder socrático atribui à boçalidade. Subtilmente instilada a partir do topo, a boçalidade revela-se de forma cada vez mais crua à medida que vamos descendo a hierarquia do poder - nada de novo até aqui, o exemplo vem de cima. O que me parece de certa forma inovador é que este trickle-down boçal se deve mais a uma atitude deliberada do que a características pessoais.

 

O poder que nos governa alimenta-se do aviltamento da actividade política e do debate público. A estratégia da boçalidade é simples: aviltando a actividade política, afoga-se em ruído as vozes (voice) da oposição, afasta-se (exit) a cidadania do debate público, e força-se os dependentes a uma lealdade (loyalty)* tão mais cega quanto cúmplice da vilania. A sucessão de casos que embaraçam, envergonham e enxovalham as instituições democráticas, longe de serem falhas no mecanismo de reprodução do poder, fazem dele parte integrante. Cada suspeita arquivada, cada documento desaparecido, cada ingerência impune participam desse processo. Ao fim de algum tempo obtém-se uma cidadania apática, uma oposição abúlica e uma base de apoio acrítica: não foi bem para isto que se fez o 25 de Abril.

 

Também na blogosfera a boçalidade estratégica se tem espalhado pelas hostes socráticas à velocidade da gripe mexicana numa pocilga. Nota-se pelo carinho com que são promovidas pessoas cujo comportamento aconselharia acompanhamento psiquiátrico - desde que sirvam o propósito de transformar o debate político numa central de compostagem. Nota-se igualmente na forma como os "espaços de debate democrático" da blogosfera são tomados de assalto por megafones do poder, apostados em infernizar todos os que não se contentarem com o papel de caução pluralista** da sua dominação. Estes fenómenos blogosféricos têm a importância que têm, ou seja muito pouca. Mas são bem exemplificativos da deriva claustrofóbica e alienante que tem afectado a democracia portuguesa.

 

E é contra essa deriva que temos a oportunidade de nos pronunciar a 7 de Junho. Haverá melhor forma de o fazer do que votar em quem tão bem a denunciou?

 

___________________________________

* Exit, Voice, and Loyalty: estes conceitos referenciam a obra de Albert O. Hirschman com o mesmo título.

** Declaração de interesses: saí recentemente de dois espaços que correspondem à descrição. Não tenho vocação para idiota útil.


publicado por Vasco Campilho às 08:55
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

3 comentários:
De caodeguarda a 29 de Maio de 2009 às 12:16
O PSD é responsável por alguma da legislação e posturas políticas sobre animais desde 1985, sendo a actual legislação um bom exemplo da postura e qualidade de "informação e estudo" realizado neste campo pelos seus políticos, do infame rui rio ao infeliz sevenate pinto, sem esquecer o sr. silva... esta é uma área em que a única coisa que o psd pode fazer é pedir desculpa aos portugueses...


De Anónimo a 27 de Dezembro de 2009 às 14:53
Bem bem, também não direi tanto, os asnos há-os às cercas e por todos os lados, basta ouvi-los falar ou ler, ainda para quem tem pachorra, atente-se no asno que publicita, depois de devidamente estripado, a escorrência das suas entranhas e que dá pelo nome da etiqueta do enchido neste POST, As cercas do PS também tão cheias da animalidade besúntea e doente, isso já toda a gente sabe, relembrem-se alguns dos grunhidos dos seus maiores quadrúpedes que ficaram bem patentes na mediateca universal de notáveis eventos. É verdade, sabiam que o seu pastor mor tem a mania que é mau, toda a gente o teme porque consta que ele é muito mau e ai de quem lhe fizer frente. o Balofo parece que também já o era. Ai que medo!


De Hipocrita a 29 de Maio de 2009 às 16:14
Realmente uma injustiça:

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1037074


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


posts recentes

...

Nas legislativas será de ...

O poder do agora

Missão Cumprida III

Missão Cumprida II

Missão Cumprida

Um retrato

Para todos

Ainda há muito trabalho a...

Socialistas grandes derro...

arquivos

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds