Terça-feira, 26 de Maio de 2009
A campanha eleitoral II
Antes das eleições legislativas, os portugueses vão eleger os deputados para o Parlamento Europeu. Uma vitória do PSD poderá ser o início de uma verdadeira mudança para Portugal. E se em termos estratégicos para as legislativas, essa conquista seria estimulante para o PSD, também para a defesa dos interesses nacionais no Parlamento Europeu seria o mais vantajoso.

Senão repare-se nas listas, por exemplo: de um lado, Vital Moreira, provavelmente o candidato mais inapto que o país já assistiu, as candidatas fantasmas Ana Gomes e Elisa Ferreira, ou o renegado deste governo, Correia de Campos, só para citar alguns candidatos. No PSD temos uma lista liderada por Paulo Rangel, que é já um nome incontornável do futuro da política portuguesa, Carlos Coelho, considerado um dos melhores deputados portugueses em Bruxelas, Maria Graça Carvalho, que desempenhou um excelente trabalho como assessora principal do Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, para os assuntos da energia e ensino (e antiga Ministra do Ensino Superior em Portugal), ou Mário David, bastante experiente a nível internacional, com cargos relevantes no PPE e na IDC. Isto apenas para citar os quatro primeiros da lista do PSD. Não há na lista do PSD candidatos contrariados, candidatos renegados, ou candidatos com prémios carreira. E essa é uma grande diferença, que terá consequências no trabalho a desenvolver nos próximos cinco anos no Parlamento Europeu.

Ambos os partidos são europeístas, apesar dos dislates de Vital Moreira, que tem acusado o PSD dos epítetos mais ridículos. Interessa estar atento ao discurso miserabilista de Vital Moreira, que não esquecendo o seu passado no PCP, continua com um argumentário dominado por esses chavões tão em voga na extrema-esquerda europeia, como o “neoliberalismo”, “capitalismo selvagem”, “conservador”, “reaccionário” ou “nacionalista”. Porque da retórica dos candidatos também podemos retirar conclusões sobre a sua acção futura, essa é mais uma razão para não votar PS a 7 de Junho.

Por fim, uma razão de interesse nacional. Cerca de 73 por cento dos portugueses deseja que Durão Barroso continue à frente da Comissão Europeia, com 79 por cento a considerar essa continuidade positiva para Portugal (sondagem do Expresso publicada a 9 de Maio). A melhor forma de contribuir para esse facto é votar no PSD (ou no CDS, que tem uma posição idêntica), que ao contrário dos socialistas, não tem duas caras nesta questão.

 

Também publicado no Cachimbo de Magritte


publicado por Nuno Gouveia às 01:09
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

5 comentários:
De Mariana Martins a 26 de Maio de 2009 às 08:24
Na realidade numérica, o PSD desceu e a última sondagem é a pior das cinco sondagens relativas às eleições europeias que já se fizeram de Abril para cá. Da primeira para a última as intenções de voto no PSD baixaram 8 décimas e as intenções de voto no PS subiram 12 décimas — ou 1,2 por cento –, logo o fosso entre os partidos aumentou, levando em conta a diferença entre os extremos do período em análise, que corresponde ao último mês.


De João a 26 de Maio de 2009 às 11:38
Só não concordo com uma coisa...o ps não tem candidatas fantasma...pelo menos nestas eleições! Tem-nas sim nas autárquicas, onde vão levar a lição da vida delas!


De Stran a 26 de Maio de 2009 às 15:46
...E depois de criticar é altura de elogiar. Julgo que finalmente saiu um bom artigo. Não concordando com o que está aqui escrito finalmente se começou a falar das europeias...


De Celso Sousa Claro a 26 de Maio de 2009 às 17:24

A diferença PS/PSD aumentou um pouco nesta última sondagem, mas continua a provar que é possível que o PSD vença as eleições. Acho que ninguém duvida que o Paulo Rangel é bem mais capaz do que Vital Moreira, mas é preciso traduzir isso em votos.

Vamos espalhar a palavra e assim contribuir para a eleição de Joaquim Biancard Cruz, o único jovem com possibilidades reais de ser eleito para o Parlamento Europeu!

Acompanhem a campanha em http://europajsd.wordpress.com/


De Stran a 26 de Maio de 2009 às 17:41
Já agora desde que saiu a sondagem e até ao dia de hoje tem existido uma “pequena” euforia relativamente à campanha do PSD, que honestamente não consegui compreendê-la fora de um contexto de apelo à mediocridade. Passo a explicar, até ao momento ainda não vi nada de brilhante e digno de registo que pudesse motivar tanto “entusiasmo” sobre esta campanha.

Vamos então aos números. A sondagem aponta 32,1% para o PSD. Será que isto é algo para ser considerado com tanto entusiasmo? Depende, se estivéssemos a falar do Bloco de Esquerda, sem duvida era algo extraordinário! No entanto estamos a falar do PSD, que supostamente é um partido de poder/oposição. Mais, esta votação é menor do que foi em 2004 (numa altura que o PSD se coligou com o CDS mas que em que ambos estavam numa situação demasiado desfavorável) e pouco maior do que em 1999 numa altura em que a conjuntura era muito mais desfavorável para o PSD.

E só me refiro a percentagens. Se por acaso entrarmos em linha de conta com a abstenção (e infelizmente não tive acesso ainda a projecções) então um cenário que poderia parecer positivo é na realidade negativo. Imaginemos que a abstenção escala para os 65% então efectivamente esta sondagem prevê que o PSD perca 12% de votos relativamente a 2004, mas mais importante prevê uma perda de 7% relativamente a 1999.

Ora poderão argumentar que o PSD ao menos não perde tanto como os outros, no entanto isso apenas é a constatação de que no máximo esta campanha é medíocre e não simplesmente horrível.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


posts recentes

...

Nas legislativas será de ...

O poder do agora

Missão Cumprida III

Missão Cumprida II

Missão Cumprida

Um retrato

Para todos

Ainda há muito trabalho a...

Socialistas grandes derro...

arquivos

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds