Sábado, 30 de Maio de 2009
O Luís Novais Tito contra-ataca

Parte interrogativa (a dele):
Afinal em que ficamos?
1- Se estas eleições são um teste punitivo ao engenheiro, como pode o seu empurrão fazer arrancar as intenções de voto no PS?
2- Será por o engenheiro apoiar José Manuel e o Professor não?
3- Será porque, como sonha Rangel, a disputa ser entre ele (Rangel) e Sócrates, ou será que isto é tudo uma fantochada e nem Barroso é candidato nestas eleições, nem Rangel tomou ainda o lugar de dona Manuela e por isso não é candidato a Primeiro-Ministro, ao contrário de Sócrates?

No Eleições 2009

 

Parte "responditiva" (a minha):

Ficamos na mesma.

1 - Desconheço os qualitativos das sondagens. Como tal, ignoro se a presença de Sócrates no terreno é reflectida como penalizadora ou antes pelo contrário na tendência de voto. 

2 - Idem. Não faço ideia se nesses qualitativos ou em focus group efectuados o eleitorado valoriza o apoio ou ausência do mesmo à reeleição de Durão Barroso.

3 - Se essa é uma pergunta, honestamente continuo a não perceber pevide. 

 

Em síntese, se o PSD ou o candidato Paulo Rangel dizem o que dizem terão as suas razões. Eu é que não faço a mínima ideia quais sejam. (Recomendo vivamente que as questões sejam endereçadas a alguém melhor informado, por exemplo o Moita de Deus).


publicado por João Villalobos às 21:31
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


posts recentes

...

Nas legislativas será de ...

O poder do agora

Missão Cumprida III

Missão Cumprida II

Missão Cumprida

Um retrato

Para todos

Ainda há muito trabalho a...

Socialistas grandes derro...

arquivos

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds