Segunda-feira, 1 de Junho de 2009
O querido lider que aponta caminhos rumo a lado nenhum

O que trouxeram de novo ao país os 11 anos de governação socialista? Será que hoje estamos melhor preparados para enfrentar o futuro do que estávamos em 1995, quando Guterres iniciou um ciclo político rosa?

 

Sócrates diz que "a direita é retrógada e está sem ideias e liderança". Fico com a sensação que Sócrates anda distraído (mais ou menos como andava em Outubro de 2008, e novamente em Janeiro de 2009, quando não percebeu, afirmando até o contrário, que estava aí uma forte crise internacional), e não vê que a Direita está a trilhar o seu caminho. 

 

Mas, o que dizer desta esquerda socrática? Será que o país, com o PS, tem andado para a frente, ou vivemos no medo, no atraso, no desemprego, com anos a fio a divergir da Europa?

 

Sócrates projecta de facto a imagem do líder, decidido, autoritário, arrogante até, sempre praticando a retórica da mudança e do inconformismo; só é pena que tudo isto, em substância, nos trace um caminho curioso, e até inédito, no plano político: o de apontar caminhos, rumo a lado nenhum.

 

Como diria o seu antecessor socialista, António Guterres, enfim, "É a vida!".


publicado por Rodrigo Adão da Fonseca às 11:29
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


posts recentes

...

Nas legislativas será de ...

O poder do agora

Missão Cumprida III

Missão Cumprida II

Missão Cumprida

Um retrato

Para todos

Ainda há muito trabalho a...

Socialistas grandes derro...

arquivos

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds