Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Papa Myzena

Chears!

Junho 07, 2009

 

  

Também aqui no blog se abre uma garrafa de champanhe. Brindemos pois a uma grande vitória de Paulo Rangel, da sua energia e do seu empenhamento.

Pela minha parte, tive muito gosto em ter dado a minha modesta contribuição nesta campanha eleitoral através do Papa Myzena, um excelento produto alimentar que, como se viu,  ficará para a história destas eleições.

Despeço-me de todos os que aqui escreveram, gente bem disposta, inteligente  e disponível, com quem orgulhosamente partilhei este espaço.

E despeço-me de Paulo Rangel, repetindo o que escrevi aquando do lançamento do livro "O estado do Estado":
"Mas agradou-me mais ainda quando o autor do livro referiu algo como: "Estão aqui pessoas que conheço, mas fico mais feliz por não conhecer muita gente que aqui está." Pareceu-me um bom sinal haver gente como eu, que ali estive sem o conhecer e saí tão anonimamente como entrei. Desejo-lhe boa sorte e espero dele a sensatez e a sobriedade que os tempos exigem."
Maria Isabel

Perdedores

Junho 07, 2009

1. O PS, Sócrates e Vital e as candidatas-fantasma . E que gozo que isso dá! (Não se esqueçam, eu faço parte do infame grupo que, com "amplos recursos" segundo os senhores do PS, tudo faziam, e nenhum objectivo tinham além desse, para atacar o PS e O grande líder Sócrates, enquanto, presume-se, espumávamos pela boca de tanto ódio visceral). Sócrares merece perder porque falhou em tudo como PM: nas reformas anunciadas e não concretizadas, na roubalheira legal que efectivamente foi a suposta 'consolidação orçamental' (mais impostos, para mais receita, para mais despesa pública), na incompetência que manteve no governo, na falta de educação com que sempre tratou a oposição no parlamento e fora dele, na tentativa pouco discreta de controlar a comunicação social, na política carroceira que promoveu, nos casos peculiares em que o seu passado esteve envolvido, na sua obsessão por obras públicas faraónicas e ruinosas para compensar falta de ideias alternativas, enfim, fico-me por aqui para não ser muito fastidiosa, que as falhas de Sócrates são incontáveis. Vital, um candidato lastimável durante a campanha e que nem teve o savoir-faire de cumprimentar pessoalmente o vencedor, que tentou a rasteira e abjecta associação de possíveis crimes num banco (nacionalizado à pressa pelo PS) a todo um partido político. Sobretudo, mereceu perder porque não teve nível como candidato de um partido como o PS (se bem que, sintomaticamente, o PS não se tenha revelado incomodado). Já o par maravilha das candidatas fantasma, respirem de alívio, já garantiram lugar e ordenado, que, não duvidem, são os que vão auferir e ocupar durante anos.

 

 

Adenda: a bem da pacificação do Papa Myzena, este post foi alterado.

Sobre as sondagens

Junho 07, 2009

Foram hoje divulgadas sondagens que colocam o PS com uma vantagem confortável sobre o PSD para as legislativas. Recordo que as mesmas empresas ainda há pouco tempo davam uma vitória ao PS nestas eleições. O PS teve 26 por cento dos votos.

Percebo as dificuldades de acertar com os resultados numas eleições onde a abstenção foi tão elevada. Mas não seria melhor estarem quietinhos esta noite? Não lhes ficava nada mal…

Vencedores

Junho 07, 2009

1. O PSD, pelas razões óbvias (lamenta-se que o BE não entenda que um partido que teve o triplo dos votos que 'a esquerda multicolor' seja mais vencedor que o BE, mas também não se espera lógica nem capacidade para encarar factos de cabecinhas bloquistas), Paulo Rangel e Manuela Ferreira Leite. Mais virá sobre isto.

 

2. O CDS, que manteve os dois eurodeputados, depois de lhes terem vaticinado a extinção.

 

3. O BE, o que é muito preocupante. Um resultado destes para um partido como o BE é dramático. E o maior perigo é que, apesar da baba que os jornalistas vertem quando referem ou assistem o BE, a maioria da população entra em pânico se pensar que o Bloco pode ter qualquer pingo de influência num futuro governo. Não estou convencida que este resultado do BE não assuste muitos eleitores e os faça votarem no PS nas legislativas para nos livrarem deste real perigo bloquista.

Notas sobre o que ouvi agora na SIC

Junho 07, 2009

1. O que lá faz Ricardo Araújo Pereira?

2. A Sic, que errou em todas as sondagens para estas eleições europeias (tal como quase todos os outros excepto o barómetro da Marktest) apresentou agora uma sondagem para as legislativas! Mais: realizada na semana passada. Como António Barreto acabou de dizer (e foi o primeiro, o que quer dizer que algo estranho deve correr no ar do estúdio da SIC) é uma sondagem desactualizada e inútil.

3. Ricardo Costa, sempre pronto para o disparate, falou das políticas de investimento público do PS que "as pessoas não compreendem". Lamento que seja o Ricardo Costa a não entender: as pessoas compreendem perfeitamente; o que se passa é que não concordam com estes investimentos. O mesmo é dizer que não estão dispostos a pagá-los durante décadas.

Foi preciso uma eleição ...

Junho 07, 2009

... para o PS perceber aquele que é o sentimento óbvio dos portugueses. Bem longe da propaganda socrática, os eleitores deixaram bem claro que não querem o actual estado de coisas.

 

É ainda urgente travar, como bem referiram Paulo Rangel e Manuela Ferreira Leite, os projectos de investimento que o governo prepara, e submetê-los à apreciação eleitoral.

 

Aproxima-se um "Verão Quente", aliás, fervilhante!

Recordo umas palavras minhas de sexta-feira

Junho 07, 2009

Mas não tenhamos dúvidas: se os portugueses o desejarem neste domingo, o PS de Sócrates pode começar a preparar a retirada. Como disse ontem Paulo Rangel no Porto, “basta de socialismo na sociedade portuguesa”. É tempo de ter esperança no futuro, longe deste socialismo bolorento que tem consumido Portugal nos últimos anos… E votar no PSD é contribuir para afastar esta geração que tão mal tem feito ao país.


 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D